< Voltar

Terceirização de logística ou criação de equipe: o que é melhor?

A terceirização tem sido uma das práticas mais adotadas pelas empresas ao longo dos anos, pois com ela é possível tanto realizar redução de custos quanto melhorar o desempenho das operações.

Mesmo com as modificações trazidas pela nova Lei da Terceirização (Lei nº 13.429/17), as empresas que não têm a logística como atividade-fim ainda podem terceirizar as ações e o planejamento da armazenagem, a circulação de itens e a distribuição dos produtos. Porém, a pergunta que fica é: será que compensa utilizar esse tipo de serviço?

Para responder esta dúvida, neste post o assunto será abordado, com uma comparação entre a terceirização de logística e a criação de uma equipe interna. Veja os prós e os contras de cada uma delas:

Diferenças entre a terceirização de logística e uma equipe interna

Os serviços que uma equipe terceirizada de logística e uma equipe interna realizam podem ser — e, geralmente, são — os mesmos. Mas a forma de contratação de ambos é bem diferente, e abaixo pode-se ver resumidamente cada uma delas.

Terceirização de logística

Terceirizar é ato de designar uma determinada operação — ou mais de uma — para outra empresa que seja especializada no assunto. Isso significa que o contratante terceiriza atividades que não são as principais da sua indústria e a empresa terceirizada tem como atividades principais exatamente aquelas pelas quais assume a responsabilidade.

A terceirização de logística pode envolver serviços como os de armazenagem, transporte e montagem de pedidos, por exemplo. A maior vantagem é que o gestor tem mais tempo para se concentrar na atividade principal de sua empresa e manter seu foco no que é mais importante.

O gestor não vai se preocupar com questões logísticas e terá ampla flexibilidade nas operações do seu negócio.

Equipe interna

A equipe interna é aquela formada por funcionários da própria empresa. Sua manutenção pode sair bem mais cara do que a terceirização. A empresa vai arcar com os salários, horas extras e vários outros benefícios, como licença maternidade e paternidade, por exemplo.

Independentemente do fluxo de trabalho, a equipe precisa ser paga pelo tempo em que fica dentro das dependências da empresa. Isso significa que o gestor assume o pagamento mesmo quando o funcionário está ocioso. E tem que fazer treinamentos e atualizações, além de acompanhar de perto as mudanças da legislação e tecnologia.

Quando o gestor opta pela terceirização, é a empresa contratada (terceirizada) quem tem a responsabilidade para arcar com tudo isso: encargos e tributos daquele grupo destacado de colaboradores que vem para somar ao time da contratante. E também os treinamentos e atualizações.

Diferenças entre o transporte próprio e o terceirizado

Para uma comparação mais justa, convém avaliar a questão do transporte, uma das etapas logísticas que mais implicam em custos para a empresa.

Frota própria

A razão principal que leva uma empresa a adotar essa opção é o receio de que uma frota terceirizada não vá oferecer os mesmos serviços com a mesma qualidade. Com uma frota própria, o gestor estará atuando diretamente sobre ela e poderá fiscalizar de perto o atendimento dado ao cliente, o que dá a ele mais certeza de que tudo vai sair do jeito desejado.

Só que, ao ter uma frota própria, haverá mais gastos com treinamento de pessoal e a necessidade de ter um gestor operacional. Há também uma grande responsabilidade diante das operações e estratégias de logística, bem como enormes custos de manutenção e renovação da frota.

Para o dono do negócio, ter uma frota pode representar ainda capital parado, o que pode ser uma grande desvantagem na hora de investir em outros setores do empreendimento.

Frota terceirizada

A terceirização de logística, especialmente no caso do transporte, tem se revelado uma tendência. E existem razões para isso. Essa frota permite um controle maior de custos, ou seja, os gastos ficam previamente definidos em contrato realizado entre a empresa contratante e a transportadora. Dificilmente o gestor terá alguma surpresa que vá onerar o orçamento da empresa.

Outro ponto positivo é quando ocorre um acidente com o veículo — como uma batida, por exemplo —, quando outro transporte é providenciado para terminar de levar a carga ao seu destino. Com essa vantagem, a empresa se exime da necessidade de assumir custos diretos com o veículo que sofreu danos e não sofre com atrasos não programados.

A frota terceirizada também diminui o quadro de funcionários, pois a equipe fica sendo responsabilidade da transportadora contratada para prestar os serviços. É ela que também assume o pagamento e todos os seus encargos trabalhistas.

Ao contrário do que supõem muitos gestores, a frota terceirizada pode oferecer serviços de elevada qualidade, exatamente da forma que a empresa contratante precisa. Isso porque a empresa que é especializada nesse tipo de serviço desenvolve operações com profissionais qualificados e treinados que respeitam as normas de segurança e as leis de trânsito.

As frotas terceirizadas também estão, geralmente, mais habilitadas a propor soluções inovadoras que aperfeiçoam as operações de transporte e resultam em maiores ganhos de produtividade.

Porém, um cuidado que precisa ser tomado é com as negociações de contratos de frete, que podem ser prolongadas e cansativas. É importante assinar um documento que, efetivamente, atenda as expectativas do gestor e as necessidades da empresa.

Vantagens de ter uma logística interna e de terceirização da logística

Independentemente do tipo de serviço escolhido, há pontos positivos em ter uma logística interna e ao optar pela terceirização da logística. Veja um resumo sobre isso:

As vantagens de ter uma equipe de logística própria

As principais vantagens de utilizar uma equipe de logística interna são:

  • Poder fazer sua estratégia de logística como achar melhor;
  • colaboradores selecionados e contratados pela empresa conforme seus próprios critérios de escolha;
  • mais rapidez na tomada de decisões;
  • maior autonomia e controle sobre a frota.

As vantagens de optar pela terceirização de logística

A terceirização de logística, em relação a ter uma frota e equipe própria, oferece vantagens como:

  • menor número de funcionários e de responsabilidades;
  • profissionais terceirizados qualificados e atualizados, especificamente treinados para as operações de transporte;
  • contar com uma empresa especializada em logística, que está focada em resultados;
  • custos previsíveis estabelecidos por contrato;
  • mais tempo para que o gestor se dedique à atividade principal e tarefas importantes;
  • amplo suporte do operador logístico contratado;
  • maior flexibilidade operacional;
  • melhor alocação dos recursos da empresa, já que o capital de giro não fica imobilizado em veículos que nem sempre estarão trabalhando ou em maior folha salarial;
  • despreocupação com espaço suficiente para guardar a frota ou com a gestão das operações logísticas.

Como é possível perceber, a redução de custos e a otimização operacional são benefícios relevantes quando se opta por utilizar os serviços de uma frota terceirizada.

A melhor forma de escolher

Firmas maiores talvez possam usufruir de mais benefícios ao manter uma equipe interna — ainda que muitas empresas de grande porte também escolham a terceirização como alternativa para cortes de gastos.

Já a terceirização de logística é uma boa opção para a maioria das empresas, principalmente se as necessidades de encarar a crise econômica e de manter um potencial competitivo significativo diante da concorrência forem levadas em consideração.

Por fim, para escolher se é melhor contratar o serviço de terceirização de logística ou manter uma equipe interna, é preciso considerar minuciosamente os prós e contras de cada um dos sistemas. Também é muito importante levar em conta o que é mais importante para a empresa no momento da escolha.

Para conhecer melhor como funcionam os serviços terceirizados de logística, entre em contato conosco, pois também somos uma empresa especializada em serviços de transporte e armazenagem.


Veja Também